LUIZ MELODIA (1951-2017) MORREU… VIDA LONGA À MELODIA! Aos 66 anos, cantor e compositor perde a batalha contra câncer na medula óssea

ABUNDANTEMENTE MORTE – Luiz Melodia

Sou peroba
Sou a febre
Quem sou eu
Sou um morto que viveu
Corpo humano que venceu
Ninguém morreu
Ninguém morreu
Ninguém morreu

Tabuletas
Grandes letras feito eu
Abundantemente breu
Abundantemente fel
Ninguém morreu
Ninguém morreu
Ninguém morreu

Conforme fiquei
O tempo me embalava
Se a chuva é mais forte
A enchente levava
Colete de couro
Com fios de nylon
No dia seguinte
O seguinte falhou

A dança da morte
Ninguém frequentava
A cruz a distância
Do povo de nada
Um morto mais vivo
De vida privada
No dia seguinte
O seguinte falhou

OUÇA OS DISCOS:

* Pérola Negra:

* Mico de Circo:

* Felino (1973):

* Maravilhas Contemporâneas (1976):

* Claro (1987):

COMPARTILHE NO FB

Anúncios

Vinte anos após a obra-prima “OK Computer” (1997), Radiohead lança álbum duplo “OKNOTOK” (2017) com 11 faixas bônus

Duas décadas após o lançamento de OK Computer (1997),  álbum que redefiniu os horizontes estéticos noventistas na música global, tendo sido consagrado desde seu lançamento como uma obra-prima na história do rock, o Radiohead celebra seu clássico com o lançamento de “OKNOTOK” (2017).

Este álbum duplo da banda inglesa liderada por Thom Yorke chega com intensa celebração pela crítica especializada (nota 10 na Pitchfork, por exemplo), e traz as 12 faixas originais remasterizadas, além de um disco bônus com 11 faixas, incluindo lados-B e 3 canções nunca antes lançadas. O site oficial permite ao usuário adquirir o vinil, o CD ou a versão digital: http://www.oknotok.co.uk/.

recém-lançado videoclipe de “Man Of War” também faz parte das comemorações de 20 anos deste magnum opus na história da música contemporânea:

A Casa de Vidro facilita a vida de quem quer conferir e conhecer esta novidade magnífica na discografia do Cabeça De Rádio: estamos disponibilizando para download gratuito o Disco 2, a grande novidade deste lançamento radioheadiano, que conta com as seguintes músicas:

01. I Promise; 02. Man of War; 03. Lift; 04. Lull; 05. Meeting in the Aisle; 06. Melatonin; 07. A Reminder; 08. Polyethylene (Parts 1 & 2); 09. Pearly; 10. Palo Alto; 11. How I Made My Millions.

Baixaê: http://bit.ly/2uvpGbm (90 MB, Zip de Mp3 320kps)

Compartilhe no Facebook


Curta também:

Clipes de OK Computer


Leia:

The Whispered Warnings of Radiohead’s “OK Computer” Have Come True

Though Thom Yorke insists that “OK Computer” was inspired by the dislocation of non-stop travel, it’s now understood as a record about how overreliance on technology can lead to alienation.

By Amanda Petrusich, The New Yorker [LINK]

Foto que abre o post: Radiohead, New York, 1997, by Danny Clinch

“ALENTO” de Paulinho da Viola

ALENTO

Violão esquecido num canto é silêncio
Coração encolhido no peito é desprezo
Solidão hospedada no leito é ausência
A paixão refletida num pranto, ai, é tristeza
Um olhar espiando o vazio é lembrança
Um desejo trazido no vento é saudade
Um desvio na curva do tempo é distância
E um poeta que acaba vadio, ai, é destino

A vida da gente é mistério
A estrada do tempo é segredo
O sonho perdido é espelho
O alento de tudo é canção
O fio do enredo é mentira
A história do mundo é brinquedo
O verso do samba é conselho
E tudo o que eu disse é ilusão

Paulinho da Viola

Composições Musicais de Friedrich W. Nietzsche — “Lieder, Piano Works & Melodrama” (Álbum Completo)

Composições Musicais de Friedrich W. Nietzsche
“Lieder, Piano Works & Melodrama” (Álbum Completo)

As seguintes peças foram interpretadas pelo cantor alemão Dietrich Fischer Dieskau — canto (1-6, 8-17), e piano (7, 18) — e pelos pianistas também alemães Aribert Reimann — piano (1-6, 8-17) — e Elmar Budde — piano (7, 18).

Faixas:

01. “Mein Platz vor der Tür” (Klaus Groth) for voice and piano (0:00)
02. “Aus der Jugendzeit” (Friedrich Rückert) for voice and piano (1:46)
03. “Da geht ein Bach” (Klaus Groth) for voice and piano (4:34)
04. “Das zerbrochene Ringlein” (Joseph von Eichendorff). Melodrama for speaker and piano (6:04)
05. “Wie sich Rebenranken schwingen” (August Hoffmann von Fallersleben) for voice and piano (9:53)
06. “Beschwörung” (Alexander Puschkin / Theodor Opitz) for voice and piano (11:10)
07. “Nachklang einer Sylvesternacht mit Prozessionslied, Bauerntanz und Glockengeläut” for piano duet (13:58)
08. “Nachspiel”(Sándor Petöfi / Karl Maria Hertbeny) for voice and piano (29:05)
09. “Ständchen” (Sándor Petöfi / Karl Maria Hertbeny) for voice and piano (31:10)
10. “Unendlich” (Sándor Petöfi / Karl Maria Hertbeny) for voice and piano (33:07)
11. “Verwelkt” (Sándor Petöfi / Karl Maria Hertbeny) for voice and piano (35:30)
12. “Ungewitter” (Adalbert von Chamisso) for voice and piano (36:50)
13. “Gern und gerner” (Adalbert von Chamisso) for voice and piano. First version (38:55)
14. “Das Kind an die erloschene Kerze” (Adalbert von Chamisso) for voice and piano (40:07)
15. “Es winkt und neigt sich” (Friedrich Nietzsche?) for voice and piano (42:02)
16. “Junge Fischerin” (Friedrich Nietzsche) for voice and piano. Second version (43:47)
17. “Gebet an das Leben” (Lou Andreas-Salome) for voice and piano (47:07)
18. “Manfred-Meditation” for piano duet (49:18)

* * * * *

HINO À VIDA (1881)
de Lou Salomé

Tão certo quanto o amigo ama o amigo,
Também te amo, vida-enigma
Mesmo que em ti tenha exultado ou chorado,
mesmo que me tenhas dado prazer ou dor.

Eu te amo junto com teus pesares,
E mesmo que me devas destruir,
Desprender-me-ei de teus braços
Como o amigo se desprende do peito amigo.

Com toda força te abraço!
Deixa tuas chamas me inflamarem,
Deixa-me ainda no ardor da luta
Sondar mais fundo teu enigma.

Ser! Pensar milênios!
Fecha-me em teus braços:
Se já não tens felicidade a me dar
Muito bem: dai-me teu tormento.

* * * * *

PRIÈRE À LA VIE
(Trad. Dominique Miermont e Brigitte Verne)

“Certes, comme on aime un ami
Je t’aime, vie énigmatique
Que tu m’aies fait exulter ou pleurer,
Que tu m’aies apporté bonheur ou souffrance.

Je t’aime avec toute ta cruauté,
Et si tu dois m’anéantir,
Je m’arracherai de tes bras
Comme on s’arrache au sein d’un ami.

De toutes mes forces je t’étreins!
Que les flammes me dévorent,
Dans le feu du combat permets-moi
De sonder plus loin ton mystère.

Être, penser durant des millénaires!
Enserre-moi dans tes deus bras:
Si tu n’as plus de bonheur à m’offir
Eh bien – il te reste tes tourments.”


Este poema “impressionou profundamente” a Nietzsche, que compôs uma música para acompanhar o “Hino à Vida” de Lou Salomé: “por sinal, é a única composição musical que ele decide imprimir e publicar”, como aponta Maria Cristina Franco Ferraz em seu excelente “O Bufão dos Deuses” [http://bit.ly/TipJC2]. Ouça abaixo:

* * * * *
Friedrich Nietzsche“Hino à Vida”
[“Hymnus an das Leben”]
Partitura da música completa: http://bit.ly/Ra8SR0
Assista/escute com orquestra: http://youtu.be/FIOIUlDB5yU

Assista ao DVD de Luiz Tatit, “Rodopio” (2007) [COMPLETO, 57 MIN] Com participações de Ceumar, Ná Ozzetti, Suzana Salles e J. M. Wisnik

Luiz Tatit

DVD de Luiz Tatit, “Rodopio” (2007) [COMPLETO, 57 MIN]. Com participações de Ceumar, Ná Ozzetti, Suzana Salles e J. M. Wisnik. Gravado no teatro do SESC Vila Mariana, 2007. Site Oficial. Facebook.