“O PROGRESSO É MATO!” – COLETÂNEA DE MÚSICA GOIANA DO SÉCULO XXI (OUÇA JÁ: CARNE DOCE, BOOGARINS, PÓ DE SER, VIOLINS, DIEGO MASCATE E MUITO MAIS)

CAPA

Nesta coleta, agreguei numa cyberfita um pouco da fina flor sonora do Goyaz. São 13 canções que servem como um retrato caleidoscópico do efervescente cenário goiano de música alternativa em alguns de seus mais ilustres representantes: Carne Doce, Diego de Moraes, Boogarins, Violins, Black Drawing Chalks, Umbando, Chá de Gim, dentre outros. Do stoner chalkiano ao prog-rock do Caminhão Espacial, do comovido grito dos Vícios da Era à ironia grunge dos Violinos… Tem pra todos os gostos! Aprecie com pamonha e pequi! Ilustração da capa: Oscar Fortunato.

“O PROGRESSO É MATO!”
Coletânea de Música Goiana do Sec. XXI

01) Pó de Ser, “Bicho Urbano”
02) Carne Doce, “Sertão Urbano”
03) Boogarins, “Doce”
04) Umbando, “Olho Mágico”
05) Chá de Gim, “Zé”
06) Vícios Da Era, “Tudo Que Retrata O Amor”
07) Casa Bizantina, “Minha Liberdade”
08) Diego Mascate, “No Bastidor”
09) Orquestra Abstrata, “Scramble Pie”
10) Violins, “Grupo de Extermínio de Aberrações”
11) Black Drawing Chalks (oficial), “My Favorite Way”
12) Space Truck, “Back to Gyn”
13) Cambriana, “Sad Facts”

OUÇA JÁ

CALDEIRÃO TUPINIQUIM #005

01) TOM ZÉ, “Tô”; 02) CARMEN MIRANDA, “E o Mundo Não se Acabou”; 03) CURUMIN, “Guerreiro”; 04)ELIZETH CARDOSO, “Eu Bebo Sim; 05) MÓVEIS COLONIAIS DE ACAJU, “Cão Guia”; 06) OS MUTANTES, “Hey Boy”; 07) ULTRAJE A RIGOR, “Marylou” (Versão Carnaval); 08) RAUL SEIXAS, “Moleque Maravilhoso”; 09) SEU JORGE, “Onde Está o Samba”; 10) CLARA NUNES, “Obsessão”; 11) CÍCERO, “Tempo de Pipa”; 12) NÁ OZZETTI, “Baú de Guardados”.

VOLUMES ANTERIORES: QUATRO – TRÊS – DOIS – UM

Uma palavra que o sonho humano alimenta… musicada.

“Liberdade é uma palavra que o sonho humano alimenta,
não há ninguém que explique e ninguém que não entenda.”

(Cecilia Meireles, 1901-1964)

01) Jimi Hendrix; 02) John Lennon; 03) Neil Young; 04) Richie Havens; 05) Bob Marley; 06) Ben Harper; 07) Funkadelic; 08) MC5; 09) The DT’s; 10) Rage Against the Machine; 11) Charles Mingus; 12) Nina Simone.