Sensual, cheia de melodias e um tanto escalafobética, Anelis Assumpção segue pondo sua Arte a serviço de uma Poética do Groove

 

ANELIS: POETISA DO GROOVE

Foto que inspirou a pintura da capa, por Caroline Bittencourt

PLAY SOM, PLAY SOM! >>>

MORTAIS À TOA
de Anelis Assumpção (com Liniker, Tulipa Ruiz e Ava Rocha)

Da morte tudo se sabe
Fato fatídico
Viver é inevitável
Mas até que se cale, pare, congele
Todo corpo vale
O prazer de ser mortal na proa
De dar mortal à toa, à beira mar
Mortal garoa e a dor de ser mortal

Da morte não se escapa
Escalope a galope
Na esquina do destino
Cavalo marinho
Até que o coração pare
Todo corpo é um vale
Um passe para ser
Um passe para dar
Um passe pra sofrer
Um passe pra curar
Mortal na proa

Um beijo mortal
Um abraço mortal
Um gosto mortal
Um cheiro mortal

[Refrão]
Desgraça de ser mortal
E a graça de estar mortal

Foto: Caroline Bittencourt

Do álbum “Taurina” (2018). Assista ao vivo no Circo Voador / RJ:

 

Siga viagem: VICE  O|||O PENTEADEIRA AMARELA

CONHEÇA A DISCOGRAFIA:

Sobre acasadevidro.com

Weird in the head and wild at heart.

Um pensamento sobre “Sensual, cheia de melodias e um tanto escalafobética, Anelis Assumpção segue pondo sua Arte a serviço de uma Poética do Groove

  1. […] Fonte: Sensual, cheia de melodias e um tanto escalafobética, Anelis Assumpção segue pondo sua Arte a ser… […]

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s