Haroldo de Campos (1929-2003): “Isto não é um livro de viagem: 16 fragmentos de Galáxias” [álbum completo pra ouvir e baixar]

Haroldo de Campos

<<< Galáxias é um livro experimental escrito por Haroldo de Campos, um dos maiores nomes da Poesia concreta brasileira, entre os anos de 1963 e 1976, mas sendo integralmente publicado apenas em 1984. Devido a seu caráter experimental, está no limite entre a prosa e a poesia , o que levou Caetano Veloso (amigo do poeta) a classificá-lo como proesia. Por um lado, apresenta uma escrita corrida e direta, característica da prosa (a obra não apresenta separação de parágrafos, nem nenhum elemento de pontuação, nem mesmo numeração de páginas), sendo, supostamente, um relato de viagens; por outro, utiliza-se de recursos e imagens poéticas. Duas das grandes influências para este livro foram James Joyce e Guimarães Rosa. Seria, por sua vez, umas das grandes inspirações para o Catatau de Paulo Leminski. >>> WIKIPEDIA

Haroldo3

 <<< No começo da década de 90 surgiu a oportunidade de trabalhar uma outra parte da obra, já guardada nos planos de Haroldo, transformar fragmentos dos poemas/prosa numa leitura interpretativa e rítmica, com a possibilidade de ser gravada em disco. Para esta empreitada Haroldo de Campos convidou o poeta e musico dedicado aos sons orientais Alberto Marsicano (1952-2013) para introduzir e encerrar o disco. As longas pausas entre cada poema funcionam como as páginas em branco do  verso na edição de 1984, da editora Ex-Libris. Foram selecionados 16 fragmentos dos 50 “cantos galáticos” do livro nas quais Haroldo canta/conta os caminhos da viagem. Ora obscuros, ora completamente enegrecidos. O texto oralizado vira mantra e faz mais sentido quando acompanhado à cítara de Marsicano. A gravação recebeu assistência de Arnaldo Antunes e o CD veio encartado à reedição de “Galáxias” pela Editora 34. >>> DISCO FURADO

Haroldo2

01) “e começo aqui! (@0:00)
02) “multitudinous seas” (@5:25)
03) “calças cor de abóbora” (@9:50)
04) “no jornalário” (@13:45)
05) “cheiro de urina” (@18:23)
06) “passatempos e matatempos” (@22:13)
07) “como quem escreve” (@26:07)
08) “sazamegoto” (@29:50)
09) “reza calla y trabaja” (@33:35)
10) “circuladô de fulô” (@37:48)
11) “na coroa de arestas” (@41:40)
12) “tudo isto tem que ver” (@46:20)
13) “açafrão” (@50:55)
14) “aquele como se chamava” (@54:20)
15) “nudez” (@58:43)
16) “fecho encerro” (@1:03:20)

DOWNLOAD AQUI

Sobre acasadevidro.com

Weird in the head and wild at heart.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s